Sobre Fotógrafo casamento Rio de Janeiro Búzios RJ | Alexandre Rechtman

QUEM É O RECHTMAN?

Meu nome é Alexandre Rechtman, mas pode me chamar de Rechtman. Sou fotógrafo de casamento desde 2013 e vou contar pra vocês um pouco da minha história. Pega uma cerveja e vem comigo. Se não beber pega uma água ou suco de laranja mesmo.

Eu nasci na cidade de Niterói aqui no Rio de Janeiro. Dos 01 aos 13 anos eu vou poupar vocês das minhas loucuras e das coisas que eu aprontei. Com 14 anos eu comecei minha carreira como dj. Sim. Você não está lendo errado. DJ MESMO. Muitos não acreditam mas eu tenho provas. De inicio era apenas uma forma de arrumar umas namoradas mas gostei tanto da coisa que o negócio cresceu e em pouco tempo eu já estava tocando em formaturas, 15 anos e casamentos. Ganhei uma boa grana e comecei ali a me apaixonar por esse mundo de festas. Quando eu comecei a faculdade larguei essa vida pra tentar ser alguém mais sério.

Me formei em Administração de empresas com habilitação em Marketing pela ESPM (Passei em quarto lugar no vestibular). Sei que isso pouco importa pra você mas quis falar pra agregar valor a minha marca. haha

Em 2001, cansado de ser estagiário, levar cafezinho pro chefe e tirar muita xerox, eu dei a louca novamente e me inspirando em umas ideias gringas eu criei a Zoomfoto, uma empresas especializada em impressão de fotos em eventos. Atualmente ela é administrada pelo meu irmão e é um sucesso por onde passa. Orgulho máximo.

Em 2009, de forma bem amadora e paralelamente à Zoomfoto, eu comecei a fotografar uns casamentos por aí. Devagar fui me especializando e em 2013 meu irmão virou pra mim e disse: "Cara, você precisa criar sua marca e voar." Não é que ele estava certo?

Em 2013 lancei minha marca no mercado de casamentos e fiz 3 casamentos. Uma das fotos foi escolhida pra ser capa da mais importante revista de noivas do Rio de Janeiro, a Inesquecível Casamento. Surtei de alegria na época... Em 2014 recebi um convite da mesma revista pra fotografar um editorial de noivas dentro do Maracanã, na época da Copa do mundo. O que acontece? Minha carreira deslanchou. Em 2014 fiz 20 casamentos e de pra cá venho fazendo uma média de 40 casamentos por ano.

Hoje eu falo um coisa com a maior certeza do mundo. Eu amo loucamente o que faço. São muitas histórias, momentos, risos, emoções e a sensação de fazer a diferença na vida das pessoas.

Minha fotografia, como você vai ver por aqui, possui um estilo marcante repleto de espontaneidade. Digo que ela é quase uma comédia romântica. A gente chora e dá boas gargalhadas. Vem comigo pra gente contar a sua história.